Pular para o conteúdo principal

De um dos espaços
ter retornado um olhar virado em grito.
Que fez desenhar tudo em um só alvoroço
Que te fez carregar um peito arrepiado
ainda por identificar.
Suspenso em qualquer gesto de estranheza
carrega sem peso uma escada na garganta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

de criança e chuva

filha da terra

junho de 2017

alto da montanha, vento frio e fogo. estrelas no céu irmãs.
mulheres em círculo de enorme gratidão.
ervas,  rezos e cantos levantados à mãe terra.
Silêncio e olhos fechados para receber o presente da presença.
Uma mãe forte que acolhe conversa com as quatro direções e ensina como tocar a terra com respeito e amor.
tambor, faísca de fogo, água
plantas sagradas
em honra e união seguimos
mulheres.

cachoeira do Caldeirão, minas gerais
foto katty cuel


Peixe grande come peixe pequeno, Brueghel



após a orientação dos  remadores e dos pássaros