Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011
sou mais antiga que meu nome


Mirei um sol livre
por ouvir o  ressoar do teu próprio coração

Em boa hora se aprende
a contemplar a ordem dos pássaros,
e o tanto de luz que persiste em chegar
Faz-se antigo um sorriso agora
e presenteia meus olhos com toda a terra.
Íntimos corpos
no meio da rua todo tipo de vida
Alguém abre o silêncio na esquina
bicho original crescendo
na roda do meu peito

Hilda Hilst

homenagem a Pavel Kohout

Que te devolvam a alma
Homem do nosso tempo.
Pede isso a Deus
Ou às coisas que acreditas
À terra, às águas, à noite
Desmedida,
Uiva se quiseres,
Ao teu próprio ventre
Se é ele quem comanda
A tua vida, não importa,
Pede à mulher
Àquela que foi noiva
À que se fez amiga,
Abre a tua boca, ulula
Pede à chuva
Ruge
Como se tivesses no peito
Uma enorme ferida
Escancara a tua boca
Regouga: A ALMA. A ALMA DE VOLTA.