Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009
Com vontade de festa

andar e andar,

lá pra perto do sol

arrumar

o cenário de Luz

e naturalmente lhe dizer:

-o sonho é contemplação.
Um ritual de iniciação

O limiar do visível
a produção do sentido
dando lugar a linguagem a quem se reconhece.
O visível e o invisível do abismo.Uma contradição a se resolver.
Incorporar sustento para novos mundos.
A visão da floração
é o identificar do artista.
Do alto olhei

as andanças

o antes da vida.

Do pouco que tinha

escolhia tábuas,

para levantar essa casa vazia.

Onde deuses

guardam em alguma nuvem

rápida ou lenta,

o tempo da tua proteção.

em mim Pessoa

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas
que já tem a forma do nosso corpo
e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.
É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
Andava por dentro da casa do corpo

em cada curva

tocava

em cada ausência entrava

Com as mãos


e s p a l h a v a.


Fazia de mim uma criação

um primeiro barulho à ser ouvido

sem descuido, sem um impossível

percebia a vida acumulando nas caixas

queria é sacudir a criação.
no inesperado seguinte
seguia o outro lado da existência
Pelo contrário do espaço exigido por Eles.
anterior a alma,
um pensamento tomando goles de presença.