Pular para o conteúdo principal




Andava por dentro da casa do corpo


em cada curva

tocava

em cada ausência entrava

Com as mãos


e s p a l h a v a.


Fazia de mim uma criação

um primeiro barulho à ser ouvido

sem descuido, sem um impossível

percebia a vida acumulando nas caixas

queria é sacudir a criação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

...

foi aí por aí....

"o povo não se mexia mais, apavorado, com medo, medo de fechar as portas, com medo de ficar na rua, com medo de falar e de ficar calado, com medo de existir."

(guimarães rosa)