Pular para o conteúdo principal
Um amanhã desse

com o gosto que me falta

com o que a minha voz não diz:

-Então vamos regressar aos ossos
voltar à memória do corpo.

Da desmedida criação

mais do que uma pele

brotar um outro,

e acolher como um hóspede

as janelas

para o silêncio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

...

foi aí por aí....

"o povo não se mexia mais, apavorado, com medo, medo de fechar as portas, com medo de ficar na rua, com medo de falar e de ficar calado, com medo de existir."

(guimarães rosa)