Pular para o conteúdo principal
como não ver o risco da pressa nesse rosto inaugurado?

de uma poeira espalhada
um furacão diz de tua sombra,
orações inaudíveis
a tua volta.
Cresce aqui
a primeira folha
de um encontro.
Um meio de escrever
em teus olhos
o limite dessa fresta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

de criança e chuva