Pular para o conteúdo principal

Jules Supervielle

Gravitação 


Esta noite sentado à beira do crepúsculo
e os pés balançando acima das vagas
olharei a noite descer:
ela se acreditará inteiramente só
E meu coração me dirá:
faz de mim alguma coisa
que eu sinta que sou sempre teu coração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

de criança e chuva