Pular para o conteúdo principal

Jules Supervielle

Gravitação 


Esta noite sentado à beira do crepúsculo
e os pés balançando acima das vagas
olharei a noite descer:
ela se acreditará inteiramente só
E meu coração me dirá:
faz de mim alguma coisa
que eu sinta que sou sempre teu coração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

...

foi aí por aí....

"o povo não se mexia mais, apavorado, com medo, medo de fechar as portas, com medo de ficar na rua, com medo de falar e de ficar calado, com medo de existir."

(guimarães rosa)